31/05/2015

* 2015 - I CONFERENCIA MUNICIPAL CONJUNTA DE DIREITOS HUMANOS - 2ª PARTE

 A Secretaria de Desenvolvimento Social, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Municipal do Idoso (CMI) e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comped) promoveram por três dias consecutivos ( 20, 21 e 22)  a I Conferência Municipal Conjunta de Direitos Humanos. O evento aconteceu nas dependências da universidade da UNIASSELVI . O  Teatro Michelangelo da Uniasselvi, localizado na rua Engenheiro Udo Deeke, 531, no Salto do Norte recebeu um público de mais de 450 pessoas.
A I Conferência municipal Conjunta de Direitos humanos englobará a IX Conferência municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa idosa e I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência. Os Eixos temáticos criados para cada política foram: 

I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência
I - Gênero, raça e etnia, diversidades sexual e geracional;
II - Órgãos Gestores e Instâncias de Participação Social;
III - A inteiração entre os Poderes e os entes federados. 
I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa
I - Gestão (Programas, projetos, ações e serviços);
II - Financiamento (Fundos da Pessoa Idosa e orçamento Público);
III - Participação (Política e de Controle Social) e Sistema de Garantia de Direitos Humanos;
IX Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente
I - Promoção, Proteção e Defesa dos Direitos de Crianças e Adolescente;
II - Protagonismo, Participação de Crianças e Adolescentes e Controle Social da Efetivação dos Direitos;
III - Gestão da Política dos Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes 

* 2015 - FOLDER INFORMATIVO DE MAIO DA CASA SÃO SIMEÃO - 2ª edição

 No dia 28 de maio comemorou-se os aniversários dos idosos e funcionários referente a mes de maio. Tivemos os seguintes aniversáriantes idosos:
Erna Buse = 04/05/1936
Onilse Caruzo Siliprandi = 13/05/1952
Josefina da Silva = 15/05/1945
Gertrudes Scheidemantel = 16/05/1934
Pedro Kurman = 19/05/1944
Margarida Labate Cortez 24/05/1926

Carmela Busarello 29/05/1941  e os funcionários:   12/05 - Caroline Baumgarten  26/05 - Ivani de Oliveira Diamante   29/05 - Neuci Aparecida Martins Tiesen    31/05 - Drª Marcia Lorenz Rocha Manfro
 
As noves amigas fizeram uma coleta de agasalhos, sapatos (masculinos e femininos) que serão muito bem vindos nesta época do ano. Quando o inverno vem chegando e as temperaturas baixa. Os idosos são pessoas com organismos mais fragil e precisa estar bem agasalhados para evitar infecções urinarias e outras infermidades. 
A consultura Carla Meyer Nicoleti e suas consultoras estiveram na Casa São Simeao no dia 26 de maio para trazer novidades na área da beleza da mulheres. As funcionárias tiveram um dia de beleza, onde aprenderam a se maquiar e tirar dúvidas sobre os produtos de beleza. Os idosos foram presenteados com maquiagem mais  leve. Pretendemos ter mensalmentes encontros como esse que eleva a  estima dos idosos e principalmente das funcionárias, pois num fim do dia muitas já não se sentem tão lindas, mas basta um toque de maquiagem que afloram suas belezas e faz delas divas para ir ao encontro dos famíliares. Agradecemos a Carla Meyer Nicoleti e as suas consultoras Silvana Rodrigues , Graziana Silva Waltrick  e Léia  Hort Montebeller pelo carinho depositado neste dia de beleza. áhttps://www.facebook.com/carla.meyernicolet / Léia Hort MontebellerSilvana Rodrigues e Graziana Silva Waltrick
A Secretaria de Desenvolvimento Social, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Conselho Municipal do Idoso (CMI) e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Comped) promoveram nos dias 20, 21 e 22 a I Conferência Municipal Conjunta de Direitos HumanosOs encontros aconteceram no Teatro Michelangelo da Uniasselvi, localizado na rua Engenheiro Udo Deeke, 531, no Salto do Norte. 
A I Conferência municipal Conjunta de Direitos humanos englobou a IX Conferência municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa idosa e I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência.
A empresa CREMER também aderiu a campanha do Blumenau 100em1dia . A Casa São Simeão recebeu produtos que se utiliza muitos durante o dia em função dos idosos que estão em leitos. Foram doados algodão, luvas cirurgicas , compressas e microporosas etc. 
O MUSEU HERING esteve a frente das arrecadações e trouxe para o asilo, teatro, kit higiene, alimentos, fraldas , café para os idosos. 
Foram doados no dia 28/05 para a  enfermaria do asilo São Simeão através da empresa CREMER o equivalente a R$ 2.691,13 em produtos como (Algodão, luvas, compressas )etc. No dia 29/05 foram doados 315 fraldas de diversos tamanhos , 19 pastas de dentes , 20 hidratantes corporais. 3 shampoos, o1 protetor solar, 16 escovas de dente, 8 barbeadores, 1 creme de barbear, 56 sabonetes. Estarão encaminhando para a Casa São Simeão mais 800 fraldas geriatricas de diversos tamanhos. Tiveram o apoio e colaboração para as coletas de doaões as empresas: Museu Hering, Cia Hering, Fundação Hermann Gering, Cremer e o ICBA - Instituto Cultural Brasil Alemanha. 
O movimento ‪#‎100in1Day‬ nasceu em Bogotá, na Colômbia, em 2012. A ideia partiu da junção de dois grupos, Ações Urbanas de Bogotá, e Cidadania Ativa da Dinamarca, que juntos co-criaram um movimento que já transformou mais de 20 cidades no mundo.  ‪#‎100em1Dia‬ mostra, conecta e catalisa a mudança a partir do empoderamento e da participação ativa de pessoas a fim de construir as cidades de seus sonhos. ‪#‎100em1DiaBlumenau‬
FONTE:  https://www.facebook.com/100em1DiaBlumenau?fref=nf

* 2015 - FOLDER INFORMATIVO DE MAIO DA CASA SÃO SIMEÃO 1ª edição


No dia 27 de abril a Casa São Simeão recebeu a Vacina H1N1 da Vigilância Epidemiológica, através da Drª Enfª Ivonete dos Santos da Gerencia de Vigilância Epidemiológica. Foram imunizados profissionais e idosos. 

O colégio Sagrada Família através da Gincana  GINSAFA realizada com os alunos do Ensino Médio, em comemoração aos 120 anos do colégio, doaram diversos alimentos e kit higiene que o asilo São Simeão necessitam. São essas ações entre alunos, professores e direção dos educandários que fazem com que a sociedade em si, unam e lutam pela sua cidade, sua comunidade e faz com que tenhamos esperança de uma geração comprometida com as necessidade de sua cidade. 
Relação dos alimentos arrecadados pela gincana:
50 pct de 1 kg de arroz
50 pct de 1 kg de feijão
50 pct de 1 kg de farinha de mandioca
50 pct de macarrão
50 latas de óleo
50 caixas de 1 litro de leite
30 pcts de 1 kg  de arroz
30 pcts de 1 kg de sal
30 sabonetes
30 tubos de creme dental
30 escovas de dente
30 xampus
50 rolos de papel higiênico

O professor Ricardo José Mezzomo, trouxe no dia 03 de maio os alunos (as) da turma ADM3 da faculdade do IBES para conhecer e compartilhar alguns momentos junto aos idosos.Foi uma tarde de domingo diferente para os idosos . Foi oferecido um maravilhoso café, a tarde fizeram manicure, pedicure, make, bate papos e entregaram  doações para a instituição. Trouxeram diversos pares de meias para aquecer os pés desses idosos que tanto necessitam neste inverno que está chegando . Agradecemos ao professor pela sua didatica em mostras na prática como é facil fazer o bem e aos alunos (as) Aline, Fernanda, Magda, Rodrigues, Maicom e Taline pelo carinho e dedicação que fizeram aos idosos da Casa São Simeão.  
"O prazer de fazer o bem, é melhor do que recebê-lo'. Epicuro
As voluntárias Ester e Tânia dedicam seus dias semanais e finais de semana nas feiras da cidade , fazendo Bazar de roupas (novas e usadas) para arrecadação de fundos para a aquisição de novas estantes para os quartos dos idosos. 

* 2015 - I CONFERENCIA MUNICIPAL CONJUNTA DE DIREITOS HUMANOS

No dia 20 de maio realizou-se a abertura da I CONFERÊNCIA MUNICIPAL CONJUNTA DE DIREITOS HUMANOS. Após credenciamentos  e o café, houve a abertura oficial com apresentação cultural. A Banda Musical do E.B.M Visconde de Tanay - BL/SC após receber os convidados e palestrantes, convidou os presentes para ouvir o Hino Nacional e posteriormente o Hino de Blumenau. 
Foram proferidas 3 palestras proferidas na parte da manhã: 
1. Protagonismo e Empoderamento da Pessoa Idosa - Por um Brasil de todas as Idades - palestrante: Josefina Cher - Enfermeira especialista  em gereontologia e conselheira titular do Idoso em SC. 
A palestrante falou sobre a importancia dos idosos particiarem da  I Conferência Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa. É um evento democratico; prevê ampla participação e efetivo compromisso de todos. Os idosos e os participantes devem conferir o que tem sido feito e propor novos avanços para a consolidação das politicas públicas e da conquista do envelhecimento com dignidade em nosso país.
O que é ser protagonista: significa ser o ator principal, aquele que se envolve e participa das discussões nos seus grupos.  
O que significa empoderamento: significa ação coletiva pelos individuos enquanto participante de espaços previlegiados de decisões. 
O que significa intergracionalidade: é preparar a sociedade para novos paradigmas de inclusão e integração dos idosos á sociedade brasileira. Oportunidades de convivencia entre gas gerações; valorizando pessoas em todas as fases da vida  e o contato intergeracional é uma via de mão dupla - idosos e jovens. A construção de cidadãos mais concientes de seus direitos e mais capazes de lutar por eles.
O palestrante Carlos Eduardo Ferrari proferiu a 2ª palestra: 
2. Os desafios na implementação da Politica da Pessoa com Deficiência a transversalidade como Radicalidade dos Direitos Humanos.
A 3ª palestra cujo tema: Politica e Plano Decenal dos direitos Humanos de Crianças e Adolescentes - Fortalecendo os Conselhos dos Direitos da Criança e do Adolescente foi proferida pelo palestrante. 
O palestrante palestrou sobre crianças e adolescente, mostrando que a criança ao longo do tempo se tornou um problema para a ordem pública. Para os pais ela era considerada como "propriedade dos pais", um objeto.  Depois foram considerados um mini adulto. 
Como reflexão colocou uma frase de Paulo Freira " A teoria sem prática virá "verbalismo" . No entanto, quando se une a prática com a teoria tem-se a práxis, criadora e modificadora da realidade."

15/05/2015

* 2015 - DIA DO ASSISTENTE SOCIAL

Assistente social é o profissional graduado em  curso superior de Serviço Social que devidamente habilitado que pode atuar nas expressões da questão social , nas políticas sociais públicas, privadas e nas organizações não governamentais  (ONGs). A profissão de assistente social pode contribuir muito para mudar os rumos das políticas sociais de um país. Frequentemente o Serviço Social é confundido com assistencialismo, serviço voluntário, caridade , benesse e outros.
História Em 27 de Agosto de 1957, a lei n°. 3.252, regulamentada pelo Decreto Federal nº. 994, de 15 de maio de 1962. 
Em 1993, pela Lei de Regulamentação da Profissão n° 8.662/1993, atualmente em vigência.
O assistente social tem sua profissão regulamentada no Brasil através da Lei 8.662/93. Possui código de ética Profissional e é fiscalizado e protegido pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e pelos Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS).
ÁREAS DE ATUAÇÃO DO ASSISTENTE SOCIAL 
Primeiro setor
No PRIMEIRO SETOR  temos as seguintes possibilidades de atuação:

  • Saúde;
  • Assistência social;
  • Previdência;
  • Educação;
  • Habitação;
  • Crianças e adolescentes;
  • Idosos;
  • Pessoas com deficiência;
  • Gestão social de políticas públicas;
  • Jurídico-social.

Segundo setor
No SEGUNDO SETOR temos as seguintes possibilidades de atuação:

  • Recursos humanos;
  • Gerenciamento participativo;
  • Planejamento estratégico;
  • Relações interpessoais;
  • Qualidade de vida do trabalhador;
  • Treinamentos organizacionais;
  • Elaboração ou implementação de projetos;
  • Programas de prevenção de riscos sociais.


Terceiro setor
No TERCEIRO SETOR temos as seguintes possibilidades de atuação:

  • Atendimento a pessoas e famílias que estão à margem do processo produtivo ou fora do mercado de trabalho;
  • Defesa e garantia dos direitos dessa população;
  • Trabalho em conjunto com um corpo de voluntários.
ASSISTENTE SOCIAL NO BRASIL  O assistente social tem sua profissão regulamentada no Brasil através da Lei 8.662/93. Possui código de ética Profissional e é fiscalizado e protegido pelo Conselho Federal de Serviço Social (CFESS) e pelos Conselhos Regionais de Serviço Social (CRESS).
Quando o Serviço Social surgiu? As primeiras escolas de Serviço Social surgiram no Brasil no final da década de 1930, quando se desencadeou no país o processo de industrialização e urbanização. Nas décadas de 40 e 50 houve um reconhecimento da importância da profissão, que foi regulamentada em 1957 com a lei 3252. Acompanhando as transformações da sociedade brasileira, a profissão passou por mudanças e necessitou de uma nova regulamentação: a lei 8662/93. Ainda em 1993, o Serviço Social instituiu um novo Código de Ética, expressando o projeto profissional contemporâneo comprometido com a democracia e com o acesso universal aos direitos sociais, civis e políticos. A prática profissional também é orientada pelos princípios e direitos firmados na Constituição de 1988 e na legislação complementar referente às políticas sociais e aos direitos da população. Não pode haver qualquer tipo de discriminação no atendimento profissional.
O que faz o/a assistente social? Realiza estudos e pesquisas para avaliar a realidade e emitir parecer social e propor medidas e políticas sociais; planeja, elabora e executa planos, programas e projetos sociais; presta assessoria e consultoria a instituições públicas e privadas e a movimentos sociais; orienta indivíduos e grupos, auxiliando na identificação de recursos e proporcionando o acesso aos mesmos; realiza estudos socioeconômicos com indivíduos e grupos para fins de acesso a benefícios e serviços sociais; atua no magistério de Serviço Social e na direção de Unidade de ensino e Centro de estudos.
Qual a cor do Serviço Social? Verde.
 Quais os símbolos do Serviço Social e o que eles significam?
Turmalina Verde: Pedra Brasileira singela por excelência, ninguém procura falsificá-la. Simboliza a esperança e a sinceridade.
Estrela dos Reis Magos: Lembra num mesmo facho, a suprema caridade do redentar e o elevado ideal dos Reis Magos que, segundo e na renúncia dos próprios bens e comodidade encontrou a LUZ. Simboliza o espírito de fraternidade universal e de sacrifício pelo bem dos homens.
Balança com a Tocha: Exprime o caráter da justiça social; mais moral que jurídica, à punição do que erro, preferindo a redenção. Simboliza que pelo amor e pela verdade tudo pode ser removido.
Por que se comemora o 15 de maio como o Dia do/a Assistente Social? O dia é comemorado em virtude do Decreto 994/62 que regulamenta a profissão do/a assistente social e cria os Conselhos Federal e Regionais ter sido editado em 15 de maio de 1962. Assim, embora a profissão tenha sido legalmente reconhecida por meio da Lei no. 3252 de 27 de agosto de 1957, somente em 15 de maio foram regulamentados e instituídos os instrumentos normativos e de fiscalização, na época Conselho Federal e Regional de Assistentes Sociais. Hoje com a edição da Lei 8662 de 08 de junho de 1993 - Conselho Federal e Regionais de Serviço Social.
FONTES:

11/05/2015

* 2015 - DIREITO A VIDA

CONHECER AS DIFICULDADES E FACILIDADES DE ACESSO AOS DIREITOS PRINCIPAIS QUE SÃO DE DIREITO A VIDA

Analisando a forma como a sociedade está atualmente organizada, principalmente os diferentes níveis de exclusão social, percebe-se que se reafirmou a importância da intervenção do Serviço Social junto aos diversos segmentos sociais. O propulsor para esta reflexão surgiu no sentido do pensar, do refletir, e na preocupação em conhecer a realidade deste. Bem como contribuir com propostas de trabalho que proporcionem a inclusão social dos mesmos.
Os municípios têm programação direcionada às classes menos beneficiadas. E são muito importantes para esse segmento populacional ações sociais específicas, de qualidade e responsáveis. Vale lembrar que os mesmos costumam passar muitas dificuldades, superar suas limitações físicas e econômicas a fim de participarem dos encontros de grupos que as secretarias de assistência social proporcionam. Nesses encontros direcionados há atendimentos individuais, de grupos e palestras. Ainda no campo de atendimento básico, reconhece-se o aumento da população menos beneficiada do país, o que trás uma série de complicações que conduzem a uma reavaliação das estratégias de planejamento em todos os âmbitos da sociedade. São necessárias políticas públicas efetivas para este segmento populacional, tendo em vista que a cidadania deve-se fazer presente durante toda a vida do ser humano. É preciso compreender os desafios enfrentados pelas pessoas de baixa renda, que os impedem de ter acesso à política de assistência social. Fazendo com que se possibilite trabalhar às necessidades sociais destes e não centrando atenção exclusivamente na realidade imediata, embora seja imprescindível fazê-lo.As questões macro societárias em curso, também precisam de atenção especial, na medida em que esta atravessa segmentos mais empobrecidos dos quais, a classe C, está inserido. Entre as diversas reflexões e indagações, entende-se que a questão social deste segmento social, é produto de uma sociedade capitalista que se fundamenta na diferenciação de classes e na crescente exclusão e marginalização de diversos segmentos sociais.
Por Dalva Day, assistente social e blogueira http://www.dalvaday.blogspot.com de Blumenau/SC

08/05/2015

* 2015 - ORIGEM DO DIA DAS MÃES

A mais antiga comemoração dos dias das mães é mitológica. Na Grécia antiga, a entrada da primavera era festejada em honra de Rhea, , mulher de Cronos e Mãe dos Deuses.

O próximo registro está no início do século XVII, quando a Inglaterra começou a dedicar o quarto domingo da Quaresma (40 dias antes da Páscoa) um dia chamado “Domingo da Mãe”, que pretendia homenagear todas as mães inglesas. às mães das operárias inglesas. Nesse dia, as trabalhadoras tinham folga para ficar em casa com as mães. Era chamado de "Mothering Day", fato que deu origem ao "mothering cake", um bolo para as mães que tornaria o dia ainda mais festivo.
Em Roma, as festas comemorativas do Dia da Mãe eram dedicadas a Cybele, a Mãe dos Deuses romanos, e as cerimônias em sua homenagem começaram por volta de 250 anos antes do nascimento de Cristo.
Nos Estados Unidos, as primeiras sugestões em prol da criação de uma data para a celebração das mães foi dada em 1872 pela escritora Júlia Ward Howe, autora de "O Hino de Batalha da República".
Mas foi outra americana, Ana Jarvis, no Estado da Virgínia Ocidental, que iniciou a campanha para instituir o Dia das Mães. Em 1905 Ana, filha de pastores, perdeu sua mãe e entrou em grande depressão. Preocupadas com aquele sofrimento, algumas amigas tiveram a idéia de perpetuar a memória de sua mãe com uma festa. Ana quis que a festa fosse estendida a todas as mães, viva ou mortas, com um dia em que todas as crianças se lembrassem e homenageassem suas mães. A idéia era fortalecer os laços familiares e o respeito pelos pais.
Durante três anos seguidos, Anna lutou para que fosse criado o Dia das Mães. A primeira celebração oficial aconteceu somente em 26 de abril de 1910, quando o governador de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock, incorporou o Dia das Mães ao calendário de datas comemorativas daquele estado. Rapidamente, outros estados norte-americanos aderiram à comemoração.
Finalmente, em 1914, o então presidente dos Estados Unidos, Woodrow Wilson (1913-1921), unificou a celebração em todos os estados, estabelecendo que o Dia Nacional das Mães deveria ser comemorado sempre no segundo domingo de maio. A sugestão foi da própria Anna Jarvis. Em breve tempo, mais de 40 países adotaram a data.
Anna passou praticamente toda a vida lutando para que as pessoas reconhecessem a importância das mães. Anna morreu em 1948, aos 84 anos. Recebeu cartões comemorativos vindos do mundo todos, por anos seguidos, mas nunca chegou a ser mãe.
Cravos: símbolo da maternidade
Durante a primeira missa das mães, Anna enviou 500 cravos brancos, escolhidos por ela, para a igreja de Grafton. Em um telegrama para a congregação, ela declarou que todos deveriam receber a flor. As mães, em memória do dia, deveriam ganhar dois cravos. Para Anna, a brancura do cravo simbolizava pureza, fidelidade, amor, caridade e beleza. Durante os anos, Anna enviou mais de 10 mil cravos para a igreja, com o mesmo propósito.
No Brasil: O primeiro Dia das Mães brasileiro foi promovido pela Associação Cristã de Moços de Porto Alegre, no RIO GRANDE DO SUL no dia 12 de maio de 1918. Em 1932, o então presidente Getúlio Vargas oficializou a data no segundo domingo de maio. Em 1947, Dom Jaime de Barros Câmara, Cardeal-Arcebispo do Rio de Janeiro, determinou que essa data fizesse parte também no calendário oficial da Igreja Católica.
Dia das mães no mundo
2º domingo de maio – Estados Unidos, Brasil, Dinamarca, Finlândia, Japão, Turquia, Itália, Austrália e Bélgica
2º domingo de fevereiro – Noruega
2º domingo de outubro – Argentina
2º dia da primavera – Líbano
1º domingo de maio - Portugal e África do Sul
10 de maio – México
8 de dezembro – Espanha
Último domingo de maio – Suécia
4º domingo da Quaresma – Inglaterra

MENSAGENS PARA O DIA DAS MÃES


1. A força da maternidade é maior que as leis da natureza. Barbara Kingsolver

2. A verdade é que a gente não faz filhos. Só faz o layout. Eles mesmos fazem a arte-final. Luis Fernando Veríssimo

3. Às mães de todo planeta Ofereço o brilho de um cometa Para tal beleza comparar Sem jamais pestanejar Por Deus abençoada Por Maria imaculada De seu ventre surge a vida Mãe tu és consagrada. Marcos G. Aguiar

4. Cada dia mais preparada, mas consciente de que o mundo foi feito para ambos os sexos. E faz de tudo para que seus direitos e seus ideais sejam respeitados.

5. Com coragem e persistência luta a cada dia para ajudar na felicidade da família.

6. Falando de mãe: Falar de mãe é falar De amor, de dedicação Nada lhe custa ofertar Só lhe custa dizer não Tem o dom de apaziguar Com doçura e decisão Procurando harmonizar Raciocínio e coração De pretensões muito aquém Espontânea faz o bem Sem querer compensação Eis porque volto a frisar Falar de mãe é falar De amor, de dedicação.

7. Falar das mães é falar de Deus, pois no coração delas está o verdadeiro amor. Amor que poderia até ser usado como exemplo, amor que se dá sem pedir recompensa. Sem cobrança, sem distinção, sem egoísmo e até sem medir distância, nunca deixa de ser amor.

8. Feliz Dia das Mães! Que ao dar a benção da vida, entregou a sua…Que ao lutar por seus filhos, esqueceu-se de si mesma…Que ao desejar o sucesso deles, abandonou seus anseios…Que ao vibrar com suas vitórias, esqueceu seu próprio mérito…Que ao receber injustiças, respondeu com seu amor…E que, ao relembrar o passado, só tem um pedido:Deus, proteja meus filhos por toda a vida! Para você mãe, um mais que merecido, feliz Dia das Mães! Você merece!
Hoje é dia de quem ama, sofre, chora e quando chega o entardecer, já está de pé novamente num sorriso que fascina, e nos mostra o quanto é forte, exatamente como elas são e não deixar que nada a derrube.

9. Mãe carinhosa, mãe dengosa Mãe amiga, mãe irmã Mãe sem ter gerado é a mãe de coração Mãe solidão, Mãe de muitos, mãe de poucos Mãe de todos nós, mãe das mães Mãe dos filhos Mãe-pai: duas vezes mãe Mãe lutadora e companheira Mãe educadora, mãe mestra Mãe analfabeta, sábia mãe Mãe dos simples e dos pobres Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm Mãe do silêncio, mãe comunicação Mãe dos doentes e dos sãos Mães dos que plantam e dos que colhem Mãe de quem nada fez e de quem compra feito Mãe de quem magoou e de quem perdoou Mãe rica, mãe pobre Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram Mãe dos guerreiros e dos guerreados Mãe que sorri, mãe que chora Mãe que abraça e afaga Mãe presente, mãe ausente Mãe do sagrado, mãe da luz Mãe de Jesus e mãe nossa. Mãe, simplesmente mãe.

10. Mãe é professora, que ensina pacientemente o bê-a-bá. É a pessoa que para sempre vai te amar.

11. Mãe é… Mãe é psicóloga, que te ouve, aconselha e te ajuda a enfrentar os problemas. Mãe é general, que dá ordens, que impõe regras e limites. Mãe é enfermeira, que te cerca de cuidados na enfermidade. Mãe é amiga, que ouve e chora com você, que está sempre ao teu lado, torcendo por você e sempre pronta para te ajudar.

12. Mãe, quem é você? Se estou feliz, quantas vezes te esqueço; se estou triste, quantas vezes te procuro. Mãe, quem é você, que eu critico, de quem eu exijo coisas tão pequenas para satisfazer a minha comodidade, mas a quem peço a maior ajuda nos instantes mais difíceis? Mãe, quem é você, para quem eu tantas vezes esqueço o meu carinho, e de quem exijo tanta atenção? Mãe, quem é você, com que discuto e para quem peço conselhos? Mãe, quem é você, para quem reclamo sempre, e para quem guardo o abraço maior e a maior ternura. Mãe, eu sei, Você só é... AMOR.

13. Mãe, três letras apenas, as desse nome bendito… Também o céu tem três letras e nelas cabe o infinito.

14. "Mãe, Tu és a única pessoa do mundo que sempre está presente de forma incondicional. Se te rejeito, me perdoas. Se me equivoco, me acolhes. Se meus amigos não me acolhem, me abres uma porta. Se estou feliz, celebras comigo. Se estou triste, não sorris até me fazer rir. Obrigado por seres minha amiga incondicional."

15. Mãe, você é um exemplo de mulher: conselheira, amiga, companheira, exemplo de amor e persistência. Por isso é mais que merecido que exista um dia para te homenagear.

16. Palavra tão pequenina… Bem sabem os lábios meus que és do tamanho do céu e  apenas menor que Deus!  Mário Quintana

17. Para louvar nossa mãe, todo o bem que se disse nunca há de ser tão grande como o bem que ela nos quer.

18. Parabéns mamãe pelo seu dia. Você é a razão do meu viver! Te amo.

19. Quero aproveitar esse segundo domingo de maio para lembrar que eu te amo, e sobretudo, agradecer a Deus por ter me colocado em seu ventre. Obrigada por estar ao meu lado quando preciso chorar e por me fazer sorrir logo em seguida.

20. Ser mãe é poder ter o maior dom que Deus pode dar, que é o de gerar vidas. Parabéns por ser diferente, por ser essa pessoa maravilhosa, por ser o motivo de orgulho dos seus filhos.

21. Ser Mãe é ser amor Ser mãe é ser guerreira, é saber voar e rastejar se necessário. Ser mãe é conquistar mundos novos todos os dias para seus filhos. E é abrir janelas a cada porta que se fecha. Ser mãe é enriquecer a vida através da luz que lhe é inerente e é ser sangue e é ser pólvora. E é fazer do amor o país de seus rebentos. Ser mãe é alimentar as bocas da esperança. Ser mãe é ser paixão. 

22. As Mães são o nosso Orgulho Mãe é vida, mãe é amor, mãe é fortaleza, é sensibilidade, por mais que tentamos, nunca conseguiremos dar todos os adjetivos que uma mãe deve receber no dia de hoje.

23. Ser mãe… É a missão de maior responsabilidade. É amar de forma mais completa. É dar o melhor de si e não esperar nada em troca… À ela devemos nossa vida pois é merecedora de todo nosso respeito e digna de todo nosso afeto. 

24. Mãe é sinônimo de amor e bondade. Feliz Dia das Mães!

25. "Ser mãe é sentir todo o poder do universo dentro do ventre e como um grande arquiteto ela molda, constrói e edifica o bem mais precioso, a vida!" (Luis Alves)

26. Sua luta no dia a dia a faz uma mulher madura, competente, que sabe o que quer para sua vida. Sexo frágil sim. Mas acomodada não.

27. Tipos de mães: Existem mães de todos os tipos… Tipo chef: sua comida é mais gostosa do que qualquer restaurante. Tipo radar: me encontra em qualquer lugar. Tipo câmera fotográfica: registra tudo. Tipo agenda: lembra de todas as datas e compromissos. Tipo merthiolate: me ajuda a curar todas as feridas. Tipo cartão de crédito: sempre salva na hora do aperto. Tipo bússola: sempre mostra a direção certa. Tipo abajur: só apaga quando a gente vai dormir. Tipo google: sempre sabe de tudo. Tipo furacão: quando passa deixa a maior bagunça. Existem mães de todos os tipos, mas pra mim o seu é especial. Feliz Dia das Mães!

28. Você é a prova de que amor incondicional existe. Desculpe as minhas falhas e aceite as minhas palavras como celebração deste dia. Feliz Dia das Mães!


FELIZ DIA DAS MÃES!

Texto compilado das seguintes fontes
 Pesquisa de Daniela Bertocchi Seawright para o site Terra, http://www.terra.com.br/diadasmaes/odia.htm
Fontes / Imagens:
• Norman F. Kendall, Mothers Day, A History of its Founding and its Founder, 1937.
• Main Street Mom
• West Virginia Oficial Site
- O Guia dos Curiosos - Marcelo Duarte. Cia da Letras, S.P., 1995.
- Revista Vtrine - artigo - Abril, S.P., 1999

04/05/2015

* 2015 - O QUE É SER MÃE NA ATUALIDADE?


A mulher vem a cada dia mais distanciando o seu modo de pensar sobre a maternidade. A mulher de hoje apesar de seu relógio biológico “Apitar”, alertando-as que estão se esgotando seu “tempo biológico de ser mãe”, tentam muitas vezes dribla-los. Deixando para mais tarde....como dizem...até os 37...38 e talvez até os 40 anos ainda dá tempo.
Ao “longo dos anos, muitas mudanças profundas houve entre a “Mãe do sec. 20 com as mães do começo séc.21”. Hoje além da opção “Mãe”, temos a opção “estudante ou profissional de carreira”, que nada mais é do que estar sempre se aperfeiçoando em sua vida intelectual e profissional. Não são todas que delegam o direito de cuidar dos filhos a terceiros, querem e tentam ser mães integrais, para isso tem que optar se chegou o momento de parar de trabalhar, de estudar, de ser empresária e assim por diante enquanto o filho necessitar, sem que isso traga prejuízo futuro para sua relação de mãe e filho.
Algumas mulheres já se manifestam em não querer ser mães, e outras, conseguem pessoas que as assessoram e assim continuam sua vida paralela , à seu status de mãe. Outra parcela de mulheres mesmo que utilizam as justificativas de não terem desejos de ser mães , se  camuflam perante a sociedade que as cobram como para ser uma mulher completa tem que ser mãe ou seja sentir a maternidade para se completar como pessoa. Sendo conflitante esse desejo que vem de muitas datas e barra atualmente na “cobrança” social. Nem todas as mulheres nasceram para a “procriação”, temos o livre arbitro de decidir se queremos ser mães ou não. Por essas cobranças muitas sedem e tornam-se mães problemáticas que se sentem cobradas, e seu desejo de ser independente, ter sucesso econômico e percebem que o “milagre da vida”, não é tão clamoroso. Não devemos achar que toda mulher ao ter seu filho, não possa sentir que a vida de mãe seja maravilhosa eternamente. Mulheres com “depressão pós parto” existe e existira sempre. Devemos realmente analisar se o “desejo de ser mãe” nos satisfaz ou estamos incorporando o desejo da sociedade de sermos mães.  Atualmente podemos ter o auxilio da psicanalise que podem nos ajudar a se conhecer melhor mostram que o instinto materno não é algo “inato” e que podem ser construído ao longo do processo de querer ser mãe, de poder gostar desse pequeno SER que vai aos poucos crescer em seu ventre. Uma mãe não nasce já pronta com esse amor de mãe e filho, mas aos poucos vai se construindo.
Vemos isso diariamente em noticiário que filho mata mãe, mãe mata filho e “onde está esse amor incondicional?”  Outro desafio que nós mulheres temos em ter filhos e cria-los, apesar de ter a tecnologia  como diria muitas avós, fraldas no passado eram necessário passar, hoje são descartáveis. Mas a educação hoje é mais difícil, nosso filhos são diariamente “bombardeados” com verdades prontas , as facilidades tecnológicas, estão mais expostas.  Ser mãe de filhos enquanto dependentes seus , não existe “receita prontas”. Ter filhos é sempre uma experiência desorganizadora e que nem sempre nós mães conseguimos chegar ao final da jornada com organização. Quando olhado de fora a tarefa parece ser fácil, organizada, bonita,  mas o dia a dia de mãe é uma eterna luta entre a razão e a emoção. Estudiosos nos diz que atualmente a tarefa de ser mãe, num mundo globalizado onde a sexualidade esta a flora, as informações e desinformações estão a disposição, ser mãe é um desafio avassalador do que em décadas passadas. Apesar de termos condições de planejar a quantidade de filhos que desejamos ou mesmo de optar se queremos ter filhos. Hoje a mãe tem que estar conciliando a criação de sua prole, apesar de pequena, 2 ou no máximo 3 filhos, o trabalho doméstico e a vida profissional, coisa que outrora era o inverso. Nossas mães  tinham grandes proles, 10 filhos ou mais , mas a mãe era pessoa central da casa, estava presente 24 horas e eram muitas vezes ajudadas pelos familiares na criação dos filhos. A nova geração de mães recorrem muitas vezes a estranhos que se especializam para dar esse apoio familiar, ou seja creches, centro dia ou berçários, para dar conta das tarefas que o dia a dia exige.
Não é fácil hoje a mulher escolher pela maternidade, apesar dos avanços da medicina, nós mulheres temos infelizmente um “relógio biológico” que muitas vezes atropelamos para conseguir realizar todas as coisas  que o nosso tempo nos proporciona, mas em curto prazo. Mesmo que nós mulheres nos organizamos, o tempo é curto...e acabamos por optar em não sermos mães pois temos o medo de nos tornarmos avós dos nossos próprios filhos. Mas mesmo sendo difícil a tarefa de ser mãe, temos parceiros maravilhosos como marido, companheiros, medicina, avanços tecnológicos e a opção de nos doar, ou seja, adotando um pequeno ser e nós tornando “mães do coração”.
Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o número de famílias chefiadas por mulheres cresceu mais do que quatro vezes nos últimos dez anos. Em relação aos casais sem filhos. 
Dalva Day
Assistente social

02/05/2015

* 2015 - MAIO

Maio é o quinto mês do calendário gregoriano e tem 31 dias. O seu nome é derivado da deusa romana Bona Dea da fertilidade. Outras versões apontam que a origem se deve à deusa grega Maya, mãe de Hermes.
Sob o Antigo Regime francês, era de costume plantar um "Maio" ou "árvore de Maio" na honra de alguém. No Condado de Nice moças e rapazes "giravam Maio" ao som de pífano e tambor, ou seja dançar as rondas de Maio ao redor da árvore de Maio.
Maio é o mês dedicado a Maria, mãe de Jesus Cristo, segundo a Igreja Católica.
01
Dia Mundial do Trabalho / Dia do Trabalhador
Dia da Literatura Brasileira
02
Dia do Taquígrafo
Dia Nacional do Ex-combatente
03
Assinatura da Ata de Constituição do Museu de Arte Moderna RJ (1948)
Dia do Sertanejo
Dia Mundial da Liberdade de Imprensa
Dia do Parlamento
Dia Internacional do Sol
Dia Mundial do Solo
Dia Nacional do Taquígrafo
Dia do Pau-Brasil
Dia do Legislador
04
Dia do Calculista Estrutural
Dia do Futebol
05
Dia da Comunidade
Dia Nacional do Líder Comunitário
Dia do Artista Pintor
Dia do Marechal Rondon
Dia Nacional do Expedicionário
Dia da Língua Portuguesa e da Cultura
Dia Nacional das Comunicações
06
Dia do Cartógrafo
Dia da Matemática
Dia da Coragem
Dia do Taquígrafo
07
Dia do Oftalmologista
Dia do Silêncio
08
Dia do Profissional Marketing
Dia do Artista Plástico
Dia Internacional da Cruz Vermelha
 Dia do Pintor*
09
 Dia da União Europeia
Dia Mundial da Congregação Mariana
10
Dia das Mães
Dia da Cavalaria
Dia do Campo
Dia do Guia de Turismo
Dia da Cozinheira
11
Dia da Integração do Telégrafo no Brasil
Dia Nacional do Reggae (Brasil)
Dia do Barbeiro
12
Dia Mundial do Enfermeiro
Dia do Engenheiro Militar
13
Abolição da Escravatura (1888)
Dia da Fraternidade Brasileira
Dia do Automóvel
Dia do Zootecnista(Brasil)
Dia de Nossa Senhora de Fátima
Dia do Chefe de Cozinha
Dia da Estrada de Rodagem
14
Dia Continental do Seguro
15
Dia do Assistente Social
Dia do Gerente Bancário
Dia Internacional das Famílias
Dia Mundial do Detetive
Dia do Professor Aposentado
Dia do Combate à Infecção Hospitalar
16
Dia do Gari
Dia do Faxineiro
17
Dia Internacional da Comunicação e das Telecomunicações
Dia da Constituição
Dia Internacional contra a Homofobia
Dia Mundial da Internet
18

Dia dos Vidreiros
Dia Internacional dos Museus
Dia das Girafas
Dia da Boa Vontade
Dia das Raças Indígenas da América
19
Dia dos Acadêmicos do Direito
Dia do Físico
Dia do Defensor Público
20
Ascensão do Senhor
Dia do Comissário de Menores
Dia do Pedagogo
21
Dia da Língua Nacional
Dia Nacional da Cachaça
22
Dia do Apicultor
Dia Internacional da Biodiversidade
Dia do Abraço
Dia do Talento
23
Dia da Juventude Constitucionalista
Dia da Tartaruga
Dia Internacional das Comunicações Sociais
24
Dia da Infantaria
Dia do Datilógrafo
Dia do Detento
Dia do Telegrafista
Dia de Pentecostes
Dia do Vestibulando
Dia do Café
Dia Nacional do Milho
25
Dia da Indústria
Dia do Massagista
Dia do Trabalhador Rural
Dia do Vigilante
Dia da Toalha
Dia Nacional da Adoção
Dia Internacional do Sapateado
Dia Internacional das Crianças Desaparecidas
Dia da Costureira
Dia do Desafio
Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte
Dia do Industrial
26
Dia Nacional do Bombeiro
Dia Nacional de Combate ao Glaucoma
Dia das Vocações Sacerdotais 
27       
Dia Nacional da Mata Atlântica
Dia do Profissional Liberal
Dia do Serviço de Saúde
Dia Mundial dos Meios de Comunicação
Dia do Serviço de Saúde do Exército
Dia do Securitário
Dia do Revendedor Lotérico
28
Dia do Ceramista
Dia Nacional de Luta pela Redução da Mortalidade Materna
Dia da Recordação
Dia do Revisor
29
Dia do Estatístico
Dia do Geógrafo
Dia Mundial da Energia
Dia Internacional dos Soldados da Paz das Nações Unidas
Dia do Sociólogo
30

Dia das Bandeiras
Dia do Geólogo
Dia do Decorador
Dia da Santa Joana d'Arc
31
Dia Mundial das Comunicações Sociais
Dia do Comissário de Bordo
Dia do Espírito Santo
Dia Mundial de Luta Contra o Tabaco
Dia da Aeromoça
Dia do Enxadrista
Dia da Juventude Luterana
Dia Internacional do Desafio 
Related Posts with Thumbnails