31/01/2016

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DO VIRADOURO (NITERÓI)

ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DO VIRADOURO (NITERÓI)
Fundação: 24 de junho de 1946 (69 anos)
Escola-madrinha: Portela
Cores  Vermelho Branco
Símbolo: Um aperto de mãos coroado entre uma mão negra e branca
Desfile de 2016 Enredo O Alabê de Jerusalém: A Saga de Ogundana
Posição de desfile: 5° escola a desfilar no dia 05/02/2016

Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos do Viradouro é uma escola de samba tradicional da cidade de Niterói, mas que há muitos anos participa do Carnaval da cidade do Rio de Janeiro.

Foi fundada em 24 de junho de 1946 por Nélson dos Santos, conhecido com Jangada, apaixonado por samba costumava organizar batucadas no quintal de sua casa em Capitão Roseira, no alto da Rua D. Mário Viana, conhecida como Rua do Viradouro porque naquele local o bonde fazia o retorno.

Na preparação para a disputa da Série A em 2016, a Viradouro apostou em um time de peso para tentar o retorno ao Grupo Especial.
Para a bateria trouxe Mestre Paulinho, composição do casal de Mestre Sala e Porte Bandeira, os experientes Marquinhos e Giovanna e uma dupla pra coreografar a comissão de frente, Sylvio Lemgruber e Fernanda Misailidis e ainda com Wilson Alves, o Wilsinho, ex-presidente da Unidos de Vila Isabel, como diretor de carnaval.

E como carnavalesca Márcia Lage, vice-campeã do carnaval de 2015 em dupla com o marido Renato Lage, no Salgueiro, mas devido a problemas de saúde Márcia pediu dispensa, para seu lugar a escola trouxe de volta o "Mago das Cores" Max Lopes que irá desenvolver o enredo "O Alabê de Jerusalém: A Saga de Ogundana" baseado na peça de Altay Veloso.

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DE VILA ISABEL

  ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DE VILA ISABEL
Fundação: 4 de abril de 1946 (69 anos)
Cores: Azul-claro  Branco
Símbolo: Coroa
Desfile de 2016: Enredo:Memórias do 'Pai Arraia' - um sonho pernambucano, um legado brasileiro.
Posição de desfile : Primeira escola a desfilar no dia 08/02/2016

Grêmio Recreativo e Escola de Samba Unidos de Vila Isabel é uma escola de samba carioca. Atualmente está sediada no Boulevard 28 de setembro, em Vila Isabel.
A Vila Isabel possui uma quadra moderna que foi construída pelo Presidente Wilson Moisés, sendo a segunda maior quadra entre todas as escolas de samba do Rio de Janeiro, só ficando atrás apenas da quadra da Mocidade Independente, que tem 33 mil metros quadrados.
A quadra da Vila tem capacidade para 11.000 pessoas em 4.000 metros quadrados de área construída, seu palco tem 300 metros quadrados. Há camarotes luxuosos que são frequentados por ricos, famosos e diretores da escola. No local costumam ocorrer shows de grandes artistas e bandas pertencentes ao projeto "Casa de Bamba" Em seu brasão há a coroa da Princesa Isabel, aonde figuram na parte de cima um resplendor com uma fita azul aonde se encontram as iniciais da agremiação (GRESUVI), e na parte de baixo, se vêem uma clave de sol, um pandeiro e a pena de Noel Rosa.
Uma das figuras mais conhecidas da escola é, sem dúvida, Martinho da Vila. Sua entrada na agremiação aconteceu em 1965: ele fazia parte da Escola de Samba Aprendizes da Boca do Mato e já estava partindo para o Império Serrano, quando surgiu o convite para integrar a ala de compositores da Vila Isabel. Na nova escola, Martinho reestruturou a forma de compor samba-enredos, com a introdução de letras e melodias mais suaves, emplacando 4 sambas consecutivamente. Em 2015, a Vila Isabel ficou na penúltima posição na classificação dos desfiles com enredo sobre o maestro Isaac Karabtchevsky.
Em 8 de maio do mesmo ano a então presidente Elizabeth Aquino renunciou ao cargo, alegando incompatibilidade de pensamentos com membros de sua própria diretoria. Em seu lugar entrou Luciano Ferreira, que além de reforçar o carro de som com a chegada de Igor Sorriso - vindo da São Clemente, contratou o carnavalesco Alex de Souza que em 2016 desenvolverá o enredo "Memórias do 'pai Arraia' - Um sonho pernambucano, um legado brasileiro" que homenageia a cultura de Pernambuco e o político Miguel Arraes.
Em 24 de dezembro de 2015 a escola perde o compositor Leonel, morto na porta de sua residência. 
https://pt.wikipedia.org/wiki/Unidos_de_Vila_Isabel

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DE PADRE MIGUEL

ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DE PADRE MIGUEL
Fundação: 12 de novembro de 1957 (58 anos)
Cores: Vermelho Branco
Símbolo: Aperto de mão
Bairro Padre Miguel
Desfile de 2016  - Enredo: O quinto dos infernos
Posição de desfile: Sexta escola a desfilar no dia 06/02/2016

Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos de Padre Miguel é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro fundada no dia 12 de novembro de 1957. Está sediada na Rua Mesquita, 08 no bairro de Padre Miguel, encrustado na Comunidade da Vila Vintém.
A Unidos de Padre Miguel, uma das agremiações da zona rural, tornou-se campeã em seu primeiro desfile na Praça Onze em 1959 e adquiriu o direito de se apresentar entre as grandes escolas em 1960. Nasceu do bloco da rua “D”,surgido em meados de 1954. Foi registrada pelo Sr. Genésio da Cruz Nunes, em 12 de novembro de 1957, na Associação de escolas do Rio de Janeiro (ASESRJ), sendo considerada associação de utilidade pública desde 15 de novembro de 1959.
A adoção das cores vermelha e branca deve-se a intenção da escola homenagear à fábrica Bangu – do Sr. Guilherme da Silveira Filho (Silveirinha) que doava todo o tecido para o desfile da escola e também ao Bangu Futebol Clube cuja as cores são as mesmas. Seus componentes mais antigos eram conhecidos como bois vermelhos. Foi vista durante muito tempo como a irmã menor da Mocidade Independente de Padre Miguel. sendo criada para representar as agremiações da zona rural do Rio de Janeiro. Escolheu as cores vermelho e branco.
A escola traz como símbolo o boi vermelho e por conta dele tornou-se conhecida. Em 2014 a Unidos de Padre Miguel foi considerada uma surpresa, com seu desfile sendo considerado "impactante", e obtendo o terceiro lugar. Depois de mais um desfile que colocou a escola com uma das favoritas ao título da Série A.


30/01/2016

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA TIJUCA

 ESCOLA DE SAMBA UNIDOS DA TIJUCA
Fundação:31 de dezembro de 1931 (84 anos)
Cores : Amarelo Ouro Azul Pavão
Símbolo:Pavão
Desfile de 2016 Enredo: Semeando sorriso, a Tijuca festeja o solo sagrado
Posição de desfile: Sexta escola a desfilar no dia 07/02/2016

O Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca é a terceira Escola de Samba mais antiga do Brasil. Seus fundadores tinham o objetivo de defender as raízes tradicionais do folclore brasileiro e também de lutar pelas causas populares. Lutas que sempre se fizeram presentes no sangue e na alma de seus antepassados, sofridos e expurgados da expressão cultural que mais amavam e cultivavam: o samba.

Grêmio Recreativo Escola de Samba Unidos da Tijuca é uma escola de samba da Cidade do Rio de Janeiro. A escola é originada a partir de diversos morros da Tijuca, tendo sua sede durante muitos anos no Morro do Borel. Fundada em 31 de dezembro de 1931, é uma das escolas de samba mais antigas do Rio de Janeiro em atividade.
A agremiação surgiu a partir da fusão de blocos existentes nos morros das redondezas do Morro do Borel (comunidades da Casa Branca, Formiga e Ilha dos Velhacos) no sub-bairro da Tijuca chamado Usina. A Unidos da Tijuca foi criada a partir da fusão de quatro blocos existentes nos morros da Casa Branca, da Formiga e da Ilha dos Velhacos.

Comandada pelo empresário português Fernando Horta, a Unidos da Tijuca se reestruturou com uma sólida gestão empresarial. Hoje a Tijuca tornou-se uma das escolas mais aguardadas da Sapucaí e serve como modelo de empreendedorismo e modernidade para escolas de samba do mundo inteiro e também para pequenas e grandes empresas.
Aplaudida pelo público e crítica especializada, passou a integrar, consecutivamente, o elenco das escolas do Desfile das Campeãs, disputando ano a ano o título do Carnaval carioca. Fazer carnaval e arte com cunho cultural tem sido nosso objetivo e a razão do nosso sucesso.

* 2016 - Hoje, 30 de janeiro é conhecido como o Dia da Saudade.

Psicólogo diz que é preciso seguir em frente e superar a falta de algo ou alguém.

O dia 30 de janeiro é reconhecido como o Dia da Saudade. A palavra “saudade” se origina do latim “solitate”, que se refere à solidão. Na língua portuguesa, assim como em várias outras, ela passou a tomar significado de lembrança, um desejo de voltar a ver e ter contato com coisas e pessoas distantes ou que não existem mais. 

Muitos passam dificuldades ao perderem pessoas queridas ou terem relacionamentos ou situações importantes terminadas. Toda esta despedida necessária ao fechamento de um ciclo que se foi faz parte do processo de finalização. “Quando nos aproximas da dor da perda, nos permitindo senti-la, respeitando nossas emoções e sentimentos, temos mais chances de amadurecer toda tristeza e sofrimento em um grande amadurecimento chamado saudade”, explica o psicólogo João Alexandre Borba, que atua no Rio de Janeiro.
Hoje, 30 de janeiro é conhecido como o Dia da Saudade. 
Segundo o especialista, existem casos extremos em que a pessoa passa a mudar seu comportamento e hábitos em função da falta de uma pessoa. "É como se pessoa mantivesse um vínculo de fidelidade a quem se foi, ignorando muitas vezes aqueles que ficaram. Antes de voltar a girar sua vida em torno dessa pessoa que se foi, é preciso ponderar: quanto essa relação realmente acrescentava na sua vida? Ela se importa com você tanto quanto você se importa com ela? Ficou algum sentimento de culpa envolvido? Culpa costuma ser uma emoção bastante aprisionadora. Sentir-se constantemente culpado é uma maneira de viver prisioneiro do seu passado.Refletir, nesse tipo de situação, sempre é uma boa ideia", afirma ele.
Mas não são apenas pessoas que possuem esse poder de mudar a vida de alguém. Às vezes, um certo alguém pode sentir falta de um antigo emprego e da vida que viveu por muitos anos. Como proceder neste caso? De acordo com Borba, que também é professor de Coaching, deve-se aceitar essa nova realidade atual e trabalhar para que o indivíduo alcance sua felicidade. “Muitos têm saudade de um estilo de vida que não podem ter mais. Nesses casos, é preciso refletir e estabelecer metas que possam ser atingidas e que resultem numa nova reestruturação do conceito de felicidade da pessoa. Caso contrário, ela ficará refém de um passado que não volta mais. Uma ótima maneira de se fazer isso é com o coaching, onde você pode contar com a ajuda de um profissional para potencializar suas qualidades e fazer com que você alcance seus objetivos”, revela ele.
Esse sentimento é abor
dado em diversas obras, sejam músicas, poemas, filmes ou novelas e é praticamente impossível conhecer alguém que nunca tenha sentido saudade. “Sempre vemos a saudade presente, mas em muitos casos, o melhor conselho é aquele que Vinícius de Morais e Tom Jobim cantam em uma das obras brasileiras mais brilhantes: ‘Chega de Saudade’, é preciso seguir em frente sempre”, “uma das melhores maneiras de se honrar quem já se foi é se mantendo firme em sua jornada. Viver é ser constantemente solicitado no presente, no aqui agora”conclui João.
Serviço: João Alexandre Borba
Professor de Coaching e Psicólogo
jaborba@bol.com.br
https://www.facebook.com/joaoalexandre.c.borbaFonte do texto:
Blog Comportamento Saudável http://comportamentosaudavel.blogspot.com.br/

29/01/2016

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA UNIÃO DA ILHA DO GOVERNADOR

 ESCOLA DE SAMBA UNIÃO DA ILHA DO GOVERNADOR
Fundação: 7 de março de 1953 (62 anos)[1]
Escola-madrinha: Portela
Cores: Azul Vermelho Branco
Símbolo: Águia
Desfile de 2016: Enredo: Olímpico por natureza. Todo mundo se encontra no Rio. Posição de desfile : Segunda escola a desfilar no dia 07/02/2016

Grêmio Recreativo Escola de Samba União da Ilha do Governador foi fundado em 7 de março de 1953.

Depois do carnaval, a escola que definiu seu enredo de 2016, antes do carnaval 2015. que será sobre os Jogos Olímpicos.
O brasão da escola possui uma faixa Branca diagonal tendo em seu interior a palavra União,que divide o brasão em dois lados no lado superior tem a lira que representa a musica o samba e no lado inferior o cavalo marinho representando o mar da Ilha em cima do brasão a águia representando sua madrinha Portela.


* 2016 - ESCOLA DE SAMBA SÃO CLEMENTE

 ESCOLA DE SAMBA SÃO CLEMENTE
Fundação : 25 de outubro de 1961 (54 anos)
Escola-madrinha: Beija-Flor
Cores: Preto e  Amarelo
Símbolo: Pão de Açúcar
Desfile de 2016: Enredo: Mais de mil palhaços no salão
Posição de desfile:Terceira escola a desfilar no dia 07/02/2016

O Grêmio Recreativo Escola de Samba São Clemente é uma escola de samba da cidade do Rio de Janeiro, que foi idealizada e fundada por Ivo da Rocha Gomes, João Marinho e Aílton Teixeira. A São Clemente também possui equipes de futebol de areia de várias categorias, sendo um dos poucos grandes times dessa modalidade a não pertencer ao eixo Copacabana-Leblon.
Em 1964, a São Clemente conquistou seu primeiro título no carnaval carioca.Em 2015 a escola apresentou o enredo "A Incrível História do Homem que só tinha medo da Matinta Pereira,da Tocandira e da Onça Pé de Boi."
Idealizado pela carnavalesca Rosa Magalhães,um dos melhores desfiles da noite e apontado por muitos como uma das cabeças da apuração. Com nota máxima nos quesitos Bateria e Mestre Sala e Porta Bandeira e três notas dez e um 9.8 de enredo,a escola da Zona Sul terminou em um bom 8° lugar superando as dificuldades dos anos passados.
A escola também ganhou prêmios como Melhor Enredo e Melhor Desfile de 2015.

https://pt.wikipedia.org/wiki/S%C3%A3o_Clemente_(escola_de_samba)

* 2016 - ESCOLA DE SAMBA PORTELA

 ESCOLA DE SAMBA PORTELA
Fundação: 11 de abril de 1923 (92 anos)
Cores: Azul Branco
Símbolo: Águia
Desfile de 2016 : Enredo:  No voo da águia, uma viagem sem fim...
Posição de desfile Quarta escola a desfilar no dia 07/02/2016
O Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela é uma das mais tradicionais e conhecidas escolas de samba da cidade brasileira do Rio de Janeiro. É carinhosamente chamada de "A Majestade do Samba" e forma, juntamente com a Deixa Falar e a Mangueira, a tríade das escolas fundadoras do carnaval carioca.
Foi fundada oficialmente como um bloco carnavalesco, chamado Conjunto Oswaldo Cruz, em 11 de abril de 1923, no bairro de Oswaldo Cruz. Embora haja estudiosos que acreditam que a escola tenha sido fundada em 1926, o ano oficial de fundação é 1923, mesmo ano de criação do bloco "Baianinhas de Oswaldo Cruz", que já continha o embrião da primeira diretoria portelense.
A escola de samba é responsável por algumas inovações nos desfiles de carnaval. Por exemplo, em 1935, foi a primeira escola a introduzir uma alegoria - um globo terrestre idealizado por Antônio Caetano. No carnaval de 1939 apresentou aquele que é considerado o primeiro samba de enredo, além de levar ao desfile fantasias totalmente enquadradas ao enredo. Também introduziu a comissão de frente e, mais tarde, a primeira escola a uniformizá-la.
Existe uma controvérsia sobre o bairro da escola. A região onde a Portela foi fundada é descrita historicamente como Oswaldo Cruz, enquanto a sua quadra atual, é culturalmente percebida como Madureira. No entanto, o decreto que oficializou os bairros cariocas, na década de 1980, deu um contorno diferente ao que era até então reconhecido pelas demais fontes, colocando a sede antiga da Portela como parte de Turiaçu, e a nova como Oswaldo Cruz.A primeira sede da escola, no Bar do Nozinho, na Estrada do Portela, em Oswaldo Cruz, foi posteriormente transferida para outro endereço, no mesmo logradouro, posteriormente apelidado de "Portelinha" (historicamente Oswaldo Cruz, oficialmente Turiaçu). 
O nome Portela tem origem na época do Brasil colonial, quando a então freguesia de Irajá, ao longo dos séculos XVIII e XIX era uma região ocupada por produtivos engenhos de açúcar, entre os quais, o Engenho do Portela, entre a Fazenda do Campinho até o Rio das Pedras - no que se conhece hoje como Madureira (de Lourenço Madureira, um dos mercadores mais famosos de seu tempo).
Uma dissidência desse bloco, comandada por Galdino Marcelino dos Santos, Paulo Benjamin de Oliveira (conhecido como Paulo da Portela), Antônio Rufino e Antônio da Silva Caetano, deu origem em 1922 a outro bloco, o Baianinhas de Osvaldo Cruz, que logo no ano seguinte adotou um estatuto e montou uma diretoria , fato que faz com que a data de fundação da Portela seja muitas vezes remetida erroneamente a 1923. O bloco, no entanto, não durou muito tempo. Em 1929 acontece o primeiro concurso de sambas conhecido. Em 1931, quando as escolas de samba ainda estão sendo definidas, o grupo muda novamente de nome, desta vez para Vai como Pode (na verdade, "Vae Como Pode", na grafia da época). Uma nova bandeira para a agremiação foi desenhada por Antônio Caetano, que passou a ocupar o cargo de presidente e se escolheu como cores o azul e o branco - já associadas à agremiação desde 1929.
O modelo de bandeira, com faixas diagonais partindo de um círculo central, mais tarde se tornaria um padrão para a maioria das escolas de samba. Segundo Caetano, tal modelo seria inspirado na Bandeira do Sol Nascente, uma das bandeiras oficiais do Japão. Também na mesma ocasião foi escolhida a águia como símbolo da entidade, pois esta simbolizaria, para Caetano, o voo mais alto que os sambistas desejariam alçar.
Ainda em 1931, mesmo sem um concurso oficial, a agremiação apresentou-se com duas inovações em termos de escolas de samba, trazidas dos ranchos: o enredo "Sua Majestade, O Samba", e uma alegoria de uma figura humana integrada por instrumentos de percussão.
A dois dias do desfile de carnaval, marcado para 3 de março, o delegado Dulcídio Gonçalves recusou-se a renovar a licença da Vae Como Pode, por considerar o nome chulo e indigno de uma escola de samba.
Ele próprio sugeriu que a agremiação fosse batizada como Portela, em referência ao logradouro Estrada do Portela, onde os sambistas se reuniam.
Related Posts with Thumbnails