16/02/2014

* 2014 - "FOZ DO RIO ITAJAÍ/CABEÇUDAS/VINÍCOLA VILA PRANDO"

CIDADE DE ITAJAÍ
"Itajaí" é um nome tupi oriundo da palavra Tajahy, que significa "Rio dos Taiás", uma planta comestível da família das aráceas. Alternativamente, o nome "Itajaí" pode significar "água do senhor da pedra", através da junção dos termos itá ("pedra"), îara ("senhor")6 e 'y ("água")7 . Em 1750, colonos portugueses vindos da Ilha da Madeira e dos Açores instalaram-se na região. Tornou-se um povoado em 1823 e distrito em 31 de março de 1833 e, no final do século XIX . Embora só tenha sido fundada em 15 de junho de 1860, a colonização de origem europeia de Itajaí começou em 1658. O primeiro sesmeiro da região foi João Dias Arzão, que, em 1658, recebeu uma sesmaria em frente ao Rio Itajaí-Mirim. Em 4 de fevereiro de 1880, registrou-se a emancipação política-administrativa de Blumenau, até então pertencente a Itajaí. Ocupa uma área de 289 mil km², sendo quatorze porcento de área urbana e oitenta e quatro porcento zona rural (ou áreas de preservação). A cidade é basicamente plana devido ao nível do mar O local mais alto fica no Morro da Cruz, à 180 metros de altitude . A maioria da população é descendentes de alemães, Italiano e Açorianos. 
07h30 - saída da Empresa de turismo "Darius Turismo", rua Ângelo Dias, 45, Blumenau com destino a Itajaí. 
Numa bela manhã, do dia 15/02/14 foram  passear 33 amigos, todos querendo conhecer e rever locais de suas infância, realizamos um belíssimo passeio na cidade de Itajaí. Primeira parada obrigatória, foi a degustação de um belo café da manhã, na Confeitaria Della Nona. "Foz do Rio Itajaí/Cabeçudas/Vinícola Vila Prando"  
CONFEITARIA DELLA NONA: São mais de 16 anos de trabalho com dedicação e perseverança. A confeitaria Della Nonna iniciou suas atividades  em 19 de julho de 1994, na rua São Bento, onde os sócios  Sr. Vilmar e Sr. Miguel em 26 de novembro a Della Nonna passa a fabricar seus próprios pães, Em 1999 foi inaugurada a nova sede.
09h00 - Chegada e visita ao Morro da Cruz com magnífica vista de Itajai, complexo portuário, foz do Rio Itajaí-Açu e municípios vizinhos. Foram visitados cada cartão postal da cidade com interesse pelo grupo. 
MORRO DA CRUZ: 180 metros de altura. Está situado praticamente no centro da cidade. Visão de Itajaí, do encontro das águas do rio Itajaí-Açú com o mar, da cidade de Navegantes e da entrada da Barra. Anteriormente chamado de "Morro do Rodi", nome da família que morava no seu topo, desde 1920. Passou a se chamar "Morro da Cruz", pois se fincou neste ano a Cruz comemorativa do Primeiro Centenário de Itajaí. VISTA DE ITAJAI - COMPLEXO PORTUÁRIO - FOZ DO RIO ITAJAÍ-AÇU - MUNICÍPIOS VIZINHOS
09h30 - Roteiro a pé pelo centro da cidade, visitando Igreja Matriz, palácio Marcos Konder, casario colonial e marco zero.
Foto: Adelia Gratz
IGREJA MATRIZ DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO Inaugurado em 1955, é o maior cartão postal da cidade. Arquitetura românticos e góticos e seu interior tem pinturas dos artistas italianos Emílio Sessa e Aldo Locateli.  
PALÁCIO MARCOS KONDER: Museu Histórico de Itajaí - datando aproximadamente 5 mil anos, foram encontrados recentemente, no Sambaqui do bairro Itaipava. Mantido pela Fundação Genésio Miranda Lins, encontra-se instalado no prédio do Palácio Konder, edificado em 1925 para a sede da Prefeitura Municipal, que ali funcionou até 1972. O edifício é a principal peça do museu, sua arquitetura de linhas "art-noveau" e sua conservação encantam pela beleza da construção. Conta a história de Itajaí através de 21 seções.
 11h00 - tempo livre para compras na feira de artesanato e comércio da cidade.
MERCADO PÚBLICO MUNICIPAL - FEIRA DE ARTESANATO: Também chamado de Mercado Velho e considerado Centro de Cultura Popular pela Fundação Cultural de Itajaí. No pátio interno do prédio – uma construção de 1917, há um chafariz, lojas de artesanato e restaurante com pratos típicos de frutos do mar.
Foto: Adelia Glatz
12h00 - almoço na avenida Beira-Rio (via gastronômica) no restaurante Marina da Sereia.
RESTAURANTE MARINA DA SEREIA Fundado pela tradicional família Aragão. Situado na Avenida Beira Rio, o restaurante localiza-se num bairro nobre da cidade. Os clientes podem aproveitar a vista da foz do Rio Itajaí-Açu, onde é possível avistar navios comerciais e transatlânticos que atracam no porto e no píer de Itajaí.
14h00: PASSEIO SURPRESA PARA O GRUPO DA DARIUS TURISMO:  Visitação pública dos veleiros das marinhas de seis países Argentina, Brasil, Chile, Colômbia, Equador e Venezuela que participam da Regata Velas Latinoamerica 2014 , no Porto de Itajaí. Os veleiros irão  percorrer os mares do Atlântico e Pacífico em uma viagem que totalizará 134 dias até a chegada em Veracruz, no México, em 23 de junho. 
Foto: Adelia Glatz
Objetivo: Segundo o Capitão de Corveta da Marinha do Brasil, Rodrigo Monteiro Lázaro, esta é uma das atividades realizadas pela Marinha da Argentina, em homenagem ao Dia da Armada. A data comemora o bicentenário da vitória na Batalha Naval de Montevidéu, quando a esquadra argentina terminou com o domínio espanhol no Rio da Prata.
Foto: Adelia Glatz
Também tem o objetivo de estreitar e fortalecer os laços de fraternidade e camaradagem entre os povos, representados pelas armadas.












13h30 - city-tour panorâmico passando pelo parque da Marejada, pier turístico e Porto de Itajaí.
PARQUE DA MAREJADA A maior festa portuguesa do Brasil acontece no mês de outubro. São aproximadamente 600 atrações em um espaço físico de 36 mil metros quadrados de área. A Tasca Portuguesa, reúne curiosos em conhecer o lirismo do verdadeiro fado português.  PIER TURÍSTICO O único terminal exclusivo para transatlânticos do Brasil, é também o único na região Sul . Sua estrutura para atracação de navios, conta com 05 Dolfins (02 de amarração e 03 de atracação), 10 metros de calado, 220 metros de plataforma do cais, 945 metros de plataforma em concreto. PORTO DE ITAJAÍ: Maior porto pesqueiro do Brasil com quatro berços de atracação de navios e um cais de 592 metros de extensão Possui o único píer exclusivamente turístico do País Situa-se ao longo da margem direita do rio Itajaí-Açú, na Av. Eugenio Muller. A sua construção nesta área se iniciou em 1938. A conclusão final se deu em 1956.
14h00 - visita aos molhes da barra do Rio Itajaí. Visão do canal do porto e praia de Cabeçudas.
MOLHES DA BARRA DO RIO ITAJAÍ: Construídos a partir do início do século XX e concluídos nos anos 30 com pedras retiradas do Morro da Cruz e com o desmonte do Morro da Atalaia (os molhes do Sul), e com material do Morro das Pedreiras, em Navegantes (os molhes do Norte).
 15h00 - visita a Pedra do Bico de Papagaio, à praia de Cabeçudas e à praia Brava.
PEDRA DO BICO DE PAPAGAIO: Um gigantesco pássaro de bico conirrostro, esculpido na rocha pela ação do tempo é uma espécie de cartão postal natural da região. Sua presença pode ter influenciado os índios na designação do rio (Itajaí) que deu nome a cidade. Localiza-se quase em frente à praia do Geremias. PRAIA DE CABEÇUDAS A Praia de Cabeçudas é o mais antigo cartão de visitas de Itajaí. Nas décadas de 60 e 70 ganhou notoriedade por abrigar as famílias mais ricas da cidade... Muitos eram sócios ou graduados funcionários daquele que foi o maior banco privado do Brasil, o banco INCO. O Banco Inco foi fundado em Itajaí por sócios da região e se tornou o maior banco privado do país. Anos mais tarde o banco foi comprado pelo Bradesco.  PRAIA BRAVA Água límpida, quase sempre azulada, junta-se à areia branca nos 3 km da Praia Brava.
17h00 - visita à Vinicola Villa Prando, produtor artesanal de vinhos finos.
Foto: Adelia Glatz
VINICOLA VILLA PRANDO A “Villa Prando Vinícola” começou a ser construída em abril/ 2008, levou cerca de 8  meses para conclusão. O nome surgiu como uma homenagem a palavra Villa, que em italiano significa moradia, e Prando em homenagem ao sobrenome da família. A vinícola oferece vinhos artesanais e a uva usada vem de São Joaquim e do RGS.
Foto: Adelia Glatz
18h00 - deslocamento a Brusque via rodovia Antônio Heil para café colonial na Confeitaria Wegner.
Foto: Adelia Glatz
CONFEITARIA WEGNER: A Confeitaria Wegner é uma das mais tradicionais da cidade de Brusque.  Ofereceu um delicioso café colonial, todos foram servidos e degustaram lindas e gostosas tortas de variedades inesquecíveis. 
19h45 - retorno a Blumenau.
  21h00 - chegada.

Um comentário:

Adelia Glatz disse...

Ameiiiiiiiiiiiiiiiii ... obrigada por este belo registro de nosso memorável passeio ...

Related Posts with Thumbnails