21/04/2008

* 2008 - MUSEU DE ECOLOGIA FRITZ MÜLLER

Cientista Johann Friedrich Theodor Muller ou simplesmente Fritz Muller nasceu em Windischholzhausen, uma pequena aldeia de Turíngia, próxima a Erfurt, na Alemanha, em 31/03/1822 e veio a falecer em 21/05/1897, com 75 anos em Blumenau.
Naturalista reconhecido nacional e internacionalmente por sua obra cientifica.Tornou-se Doutor em Filosofia, cursou Medicina , porém não chegou a receber o título por não concordar com o juramento religioso.
O museu Fritz Müller foi fundado pelo então prefeito Alberto Stein, através da Lei Municipal nº 9 em 17 de junho de 1936. Verifiquei junto ao museu que existe rampa de acesso para PPDs, e um banheiro adaptado, dando acessibilidade para as pessoas com deficiência física ao museu Fritz Müller.
O museu está dividido em seis salas expositivas:
SALA FRITZ MÜLLER: Abriga o acervo histórico, destacando-se o relógio, retratos, moveis e microscópio, pertencentes ao sábio e adquiridos de parentes entre o ano de 1938 e 1941.
SALA CHARLES DARWIN: peças zoológicas divididas em vitrines de acordo com suas características: fósseis, animais conservados em meio líquido, insetário, peles e ossos de animais típicos da Mata Atlântica, além de exemplares de rochas de todo Brasil.
SALA ERNST HAECKEL: observam-se quadros com resumos, em ordem cronológica, dos principais trabalhos desenvolvidos por Fritz Müller.

SALA HUGO GENSCHE: os utensílios indígenas da tribo Xokleng.

SALA AUGUSTO RUSCHI: ambiente que possui terrários e aquários compondo vitrines, com o objetivo de reproduzir alguns dos ecossistemas de Santa Catarina.
SALA EURICO SANTOS: animais expostos representam a fauna da Mata Atlântica no período da colonização.
BIBLIOTECA: é composta por 3000 livros, 66 títulos de periódicos , recortes de jornais de notícias ambientais locais e cartazes didáticos, 4000 fotografias. Possui um acervo audiovisual formado por 3200 slides, 60 fitas de vídeo e CDs.
JARDIM: Além de todo o espaço interno, o museu conta com uma área de 7200m² que abriga exemplares de diversas espécies, focos do estudo de Fritz Muller, como lantanas, embaúbas, bananeiras, bromélias e orquídeas.

Um comentário:

Bianca disse...

Olá Dalva, somos do blog Mão na Roda e passamos por aqui para conhecer seu trabalho. Parabéns! Ficamos felizes quando descobrimos pessoas e instituições que trazem resultados positivos para o convívio em sociedade. Grande abraço, Bianca e Eduardo

Related Posts with Thumbnails